pulseira-botao-sos-panico-emergencia-idosos-unbox1

Pulseira SOS: testamos o botão de emergência mais completo do mercado

Será que a Pulseira SOS 4G GPS V048 funciona realmente de acordo com as características anunciadas?

Esta é a questão que assumimos que deverá passar pela ideia da maior parte de todos que aqui chegam e se interessam por este botão de emergência para adultos e idosos.

Assim sendo, decidimos redigir o presente artigo onde realizamos uma análise honesta e transparente sobre esta Pulseira SOS, incluindo testes exigentes que realizamos às suas funcionalidades.

Artigo que lhe poderá interessar: Pulseira SOS: porque é que este é o melhor botão de pânico para idosos em Portugal?

Não é segredo que, antes de constituirmos o projeto Pulseira SOS, queríamos ser clientes para equipar os avós com um dispositivo que possam utilizar em caso de pânico. Procuramos, mas não encontramos, no entanto, nenhum serviço nem equipamento em Portugal que fosse de encontro às nossas expectativas.

Artigo que lhe poderá interessar: Pulseira SOS: conheça a história por trás deste projeto

Investigamos, negociamos, arriscamos, e aguardamos com expectativa pela Pulseira SOS.

Assim que ela chegou, não a entregamos aos avós sem antes a experimentar devidamente. Apesar de este ser um aparelho de utilização simples, ele é na verdade muito complexo nas tecnologias que incorpora e nas inúmeras funcionalidades que oferece.

Neste sentido, fizemos questão de validar, testando durante algumas semanas para a conhecessemos devidamente a sua forma de funcionar e entender os seus benefícios, mas acima de tudo para garantir que podemos confiar que ela funciona nos momentos decisivos.

Com isto, para além dos testes de uso básico do dia-a-dia. Fomos um pouco mais longe. Testamos os limites da Pulseira SOS ao seu extremo, submetendo-a a condições mais adversas do que numa utilização normal.

Conclusão? Gostamos do equipamento o suficiente para achar que deveria estar acessível a mais pessoas.

Naturalmente que há características que consideramos mais bem conseguidas, enquanto que existirão outras que acreditamos existir margem de melhoria e desenvolvimento. No entanto, tudo aquilo que é mais importante está lá.

Está a pensar adquirir este equipamento? Leia este artigo e verifique com transparência como ele funciona.

RECEBEMOS O EQUIPAMENTO, PRIMEIRAS IMPRESSÕES

A primeira sensação não desilude: deparamo-nos com um equipamento robusto, bonito e bem construído.

Ao colocar no pulso sentimos imediatamente o seu conforto. A ergonomia proporcionada pela curvatura do seu desenho aliada à escolha dos materiais satisfaz as nossas exigentes expectativas.

Relativamente às suas dimensões, consideramos ideais em termos de altura e de largura, mas nem tanto quanto à sua espessura: a Pulseira SOS tem 20mm e torna-se assim mais “grosseira” do que um relógio convencional.

Felizmente, este factor não a torna desconfortável e rapidamente nos esquecemos que a temos no pulso, mesmo após um uso prolongado.

Num botão de pânico o aspeto está longe de ser o fator mais importante, mas também é importante. Consideramos que poderia ser mais pequeno, mas que se encontra estéticamente bem conseguido. O mais importante? É um aparelho que não evidencia por si só que o seu utilizador vive com limitações.

CONFIGURAÇÕES ANTES DE UTILIZAR

Realizar as configurações iniciais antes da primeira utilização é um processo que consideramos simples, mas que pode oferecer alguma complexidade para alguns utilizadores menos experientes neste tipo de operações. Algumas pessoas poderão sentir-se menos à vontade neste processo.

Para simplificar esta fase, preparamos um Manual de Instruções para que possa seguir passo a passo sem que tenha problemas em colocar o seu equipamento a funcionar.

A correta configuração do equipamento implica:

  • Definir o plano de comunicações que vai utilizar;
  • Instalar o cartão SIM;
  • Configurar a Pulseira SOS através da APP.

Sendo este equipamento está direcionado para pessoas que precisem de uma via muito simples para agir em caso de pânico, muito provávelmente será necessário o apoio de algum familiar, amigo ou ente querido que possa ajudar o utilizador neste processo.

Felizmente, depois tudo estar configurado, o uso é muito fácil.

Plano de Comunicações

Para que a Pulseira funcione, é necessário um Plano de Comunicações associado a um operador de telecomunicações. Como tal, o utilizador necessita de ter um cartão SIM com um plano com voz, SMS, e pelo menos 30 MB de dados de internet para colocar na Pulseira e para que ela comunique.

Negociar e contratar um plano de comunicações é um processo complexo para alguns utilizadores, e então negociamos condições competitivas para que possa optar pelo nosso plano de comunicações de 24 meses para que possa beneficiar de um plano competitivo sem ter mais preocupações.

Instalação do Cartão

É necessário remover o PIN do cartão antes de o inserir na Pulseira para que ela o reconheça, e para o instalar é necessário remover 2 pequenos parafusos na ranhura lateral que seguram a peça que impermeabiliza o equipamento.

[No caso de adquirir a Pulseira SOS em conjunto com o plano de comunicações, não precisa de se preocupar com esta parte da instalação, nós fazemos por si]

Configurações da APP

Instalamos a app disponível para sistemas Android ou Apple, que já se encontra disponível em Português de Portugal, e inserimos as credenciais únicas do nosso equipamento: ID e Password.

É por aqui que se realizam as configurações do equipamento, de acordo com as necessidades específicas de cada utilizador. Defina os números de emergência SOS, agenda telefónica, alarmes, níveis de sensibilidade do alarme de queda, relógio falante, entre muitas outras configurações.

As configurações escolhidas são imediatamente aplicadas na Pulseira SOS, e podem ser ajustadas à distância. Basta para tal a Pulseira estar ligada e com rede de dados móveis.

Disponibilizamos no fundo desta página uma galeria com imagens que captamos dentro da App.

FINALMENTE ESTÁ A FUNCIONAR, VAMOS TESTAR

Após ultrapassarmos as configurações iniciais, passamos aos testes.

Primeira experiência: pressionar prolongadamente o Botão SOS para fazer chamada da Pulseira SOS para número de emergência. Resultado: envio de SMS com dados da localização, e chamada de SOS. [ver vídeo]

Segunda experiência: pressionar botão de contacto 1 para fazer chamada da Pulseira SOS para número de contacto 1. Ao longo dos nossos testes, detectamos que é demasiado fácil realizar chamadas sem querer para estes contactos. Felizmente, nos novos modelos este problema já vem corrigido sendo agora necessário pressionar durante 3 segundos para telefonar. [ver vídeo]

Terceira experiência, fazer chamada de um telefone pessoal, para a Pulseira SOS. Qualidade de som em chamada, excelente.

Quarta experiência, ligar para a Pulseira SOS, e rejeitar a chamada no próprio dispositivo.

Quinta experiência: ligar para a Pulseira SOS e atender a chamada.

Pretendemos ser esclarecedores face ao modo de funcionamento da Pulseira SOS, e como tal acrescentaremos testes complementares que continuaremos a executar sempre que nos solicitarem e/ou considerarmos relevante.

CONCLUSÕES

De uma forma global, ficamos bastante felizes com a forma como a Pulseira SOS trabalha. Ficamos mais descansados sabendo que ela existe, e o nosso ente querido sente-se mais seguro com ela ao pulso. Rapidamente este se tornou um acessório indispensável aos avós.

Como tudo na vida, há funções e características que consideramos que podem ser melhores, e outras desenvolvidas. No entanto, tudo aquilo que consideramos como mais importante já está lá e funciona bem.

++ Destaques positivos

+ Robustez e qualidade de construção

+ Conforto no uso

+ Facilidade de acompanhar o utilizador em todos os momentos do seu dia

+ Á prova de água

+ Qualidade de som e de chamada

+ Fiabilidade: nunca falhou após 1 mês intensivo de testes

+ Bateria aguenta quase 2 dias: apesar de não ter nenhum ecrã, surpreende a duração da bateria quando nos deparamos com um equipamento que utiliza comunicações 4G e localizador GPS

+ Muitas funções [consulte com detalhe a nossa página de funções e especificações técnicas]

+ Funções configuráveis de acordo com o perfil e preferências do utilizador e dos cuidadores

+ Uso da app permite adaptar configurações de forma simples e em tempo real

+ Se o utilizador tiver dificuldade em atender chamadas, pode definir um atendimento automático e falar diretamente em alta-voz na Pulseira SOS

+ Pode (e deve) ser usado para usos recreacionais e não só emergências. Gravar e trocar mensagens de vós com os nossos entes queridos é divertido. Fazer chamadas pela Pulseira e para a Pulseira podem ser um hábito comum.

— Destaques negativos

– Falsos alarmes: por vezes é fácil de mais acionar sem querer o contacto de emergência, gerando falsos alarmes (problema corrigido nos novos modelos)

– Tamanho do equipamento apesar de confortável é maior do que desejado

– Sensor de quedas: a função é extremamente interessante, e permite inclusivamente regular o nível de sensibilidade. No entanto, nos nossos testes deparamo-nos que por vezes ele aciona quando se apercebe de movimentos mais bruscos, gerando falsos alarmes

– Relógio falante e menus da app em Inglês [boas notícias! já traduzimos e atualizamos a app para português de Portugal]

– App poderia ser mais intuitiva no seu uso [para ajudar as configurações disponibilizamos o manual de instruções]

– O cabo magnético é muito útil para fixar o ponto de carregamento, no entanto se a conexão não ficar segura é possível que o equipamento não carregue adequadamente

– Configuração pode ser complexa para alguns clientes menos experientes a lidar com tecnologia

Galeria de imagens do produto

Galeria de imagens da aplicação

Produtos

Há mais alguma coisa que gostaria de saber sobre a Pulseira SOS? Deixe-nos o seu feedback com o seu comentário a esta publicação.

Partilhar esta página:

Publicações Similares

2 Comments

  1. Boa tarde
    Gostaria de informações em relação à rede De comunicação utilizado , o local em causa só tem rede Vodafone e não em toda a casa.
    Tem alguma alternativa?
    Muito obrigado

    1. A sua questão merece a nossa melhor atenção. Poderá utilizar a rede da Vodafone sem qualquer problema, optando por adquirir-nos apenas o dispositivo, e contratando à operadora um plano que permita realizar comunicações de voz, SMS, e pelo menos 50MB de dados de internet mensais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.